Diagnóstico do câncer de próstata

//Diagnóstico do câncer de próstata
Diagnóstico do câncer de próstata 2017-10-19T10:45:10+00:00

Se um homem tiver sintomas, ou se o resultado do exame sugerir a ocorrência do câncer de próstata, o médico perguntará a respeito de seus antecedentes médicos pessoais e familiares, fará um exame físico e é possível que peça exames de laboratório. Os exames e testes podem incluir um exame de toque retal, exame de urina para pesquisar sangramento ou infecção, e um exame de sangue para medir o nível do antígeno prostático específico. Em alguns casos o médico pode inspecionar também o nível de fosfatase ácida prostática no sangue, especialmente se os níveis de PSA indicam que possa haver algum problema.

O médico pode solicitar outros exames para investigar a causa dos sintomas.Esses exames podem ser:

q Ultra-sonografia transretal: através de uma sonda inserida no reto, são emitidas ondas sonoras para além da escuta humana (ultra-som). As ondas refletem na próstata e um computador analisa os ecos para criar uma imagem, a ultra-sonografia.

q Pielografia intravenosa: uma série de raios-X dos órgãos do trato urinário.

q Cistoscopia: um procedimento em que o médico vê dentro da uretra e da bexiga através de uma fibra delgada e luminosa que se insere na uretra.

q Biópsia: Se os resultados dos testes sugerem que possa haver câncer, será necessário fazer uma biópsia. Durante a biópsia, o médico recolhe amostras do tecido da próstata, geralmente com uma agulha. Então um patologista examina o tecido ao microscópio para verificar se existem células cancerosas.Se houver câncer presente, o patologista geralmente informa o grau do tumor. O grau indica a diferença entre o tecido do tumor e o tecido normal da próstata e também a possível velocidade de crescimento do tumor. O sistema Gleason, que é uma forma de aferir o grau do câncer de próstata, usa uma pontuação de 2 a 10. Outro sistema usa G1 a G4. Os tumores com pontuação ou grau mais elevados tem mais possibilidade de crescer e disseminar-se que os tumores de pontuação mais baixa.

O homem que necessita de uma biópsia poderá desejar perguntar ao médico o seguinte:

q Quanto tempo levará este procedimento? Ficarei acordado? Vai doer?

q Existe algum risco? Quais são as possibilidades de infecção ou de sangramento após a biópsia?

q Quando saberá dos resultados?

q Se eu tiver câncer, quem conversará comigo sobre o tratamento? Quando?

Se o exame físico e os resultados dos testes indicarem que não há câncer, o médico poderá recomendar algum remédio para reduzir os sintomas causados por uma próstata avolumada. A cirurgia é uma outra forma de aliviar esses sintomas. A cirurgia mais usada em tais casos é a ressecção transuretral da próstata (TURP). Nela, se insere um instrumento através da uretra para extirpar o tecido da próstata que está pressionando contra a parte superior da uretra e que restringe o fluxo da urina. (os pacientes podem querer perguntar ao médico se há outros procedimentos apropriados).