O processo do câncer

/O processo do câncer
O processo do câncer 2015-07-03T16:45:24+00:00

O câncer é um agrupamento de muitas doenças relacionadas. Estas doenças começam na célula, a unidade básica da vida do corpo. As células têm muitas funções importantes em todo o corpo.

Normalmente, as células crescem e se dividem para formar novas células de uma forma ordenada. Desempenham sua função para depois morrer. Este processo ordenado possibilita que o corpo se mantenha são.

Algumas vezes, entretanto, as células não morrem. Pelo contrário, elas continuam se reproduzindo e cria novas células que o corpo não necessita. Vão formar uma massa de tecido, que é o que se chama de um tumor.

Os tumores podem ser benignos ou malignos, os tumores benignos não são cancerosos. Geralmente podem ser operados e, na maioria dos casos, não voltar a aparecer. Na hiperplasia prostática benigna, a próstata cresce em demasia exercendo pressão sobre a uretra e a bexiga, obstruindo o fluxo normal da urina. Mais da metade dos homens nos Estados Unidos com 60 a 70 anos, e cerca de 90% dos que têm de 70 a 90 anos têm sintomas de hiperplasia prostática benigna. Para alguns desses homens, os sintomas não são graves a ponto de demandarem tratamento.

Os tumores malignos são cancerosos. As células desses tumores são anormais. Se dividem sem controle e sem ordem, e não morrem. Essas células podem invadir e danificar os tecidos e órgãos vizinhos. As células cancerosas também podem se desprender de um tumor maligno e entrar na corrente sangüínea e no sistema linfático. É assim que o câncer se espalha desde o local original (primário) do câncer para formar novos tumores (secundários) em outros órgãos. Quando o c6ancer se dissemina, isso se chama metástase.

Quando o câncer se dissemina para fora da próstata, as células cancerosas são encontradas com freqüência nos gânglios linfáticos vizinhos.Se o câncer já chegou a esses gânglios, isso significa que as células cancerosas podem ter se disseminado por outras partes do corpo: para outros gânglios linfáticos e para outros órgãos, como os ossos, a bexiga e o reto. Quando o câncer se espalha da sua localização original para outra parte do corpo, o novo tumor tem o mesmo tipo e o mesmo nome das células anormais do tumor primário. Por exemplo, se o câncer de próstata contamina os ossos, as células cancerosas do novo tumor são células de próstata. A doença é um câncer metastático de próstata, e não um câncer de osso.